imagem

SETEMBRO AMARELO: conscientize-se!

Olá, pessoas (: perguntinha rápida aqui: vocês ouviram falar do SETEMBRO AMARELO? Nããão? Mas o Outubro Rosa e o Novembro Azul vocês conhecem, né? (siiim!) Mas vou dar uma colher de chá para quem não ouviu nada sobre o tema: ele está se iniciando oficialmente hoje aqui no Brasil, 1º de setembro de 2015. O objetivo: chamar a atenção para a realidade sobre o suicídio uma vez que mais de 90% dos casos existe prevenção.


Sobre o suicídio: gente, só Jesus na causa mesmo! Porque, pensando friamente aqui, independente do quão fundo seja o poço, a pessoa que tira a própria vida – na maioria das vezes – não percebe que, na verdade, a morte não é a solução que dará fim ao sofrimento. Pelo contrário. Vocês conseguem imaginar a dor da perda dessa família que está envolvida, minha gente? Eu, definitivamente, não. Segundo a CVV – Assessoria do Centro de Valorização da Vida – a cada suicídio, de seis a dez outras pessoas são diretamente impactadas. E não é só isso: a cada 45 minutos, um brasileiro tira a sua própria vida. O problema se agrava se pensarmos em âmbito mundial, que passa a ter uma morte a cada 45 segundos.

Devido a estes números ~que, diga-se de passagem, são altíssimos~ o suicídio passou a ser considerado um problema de saúde pública. Isso porque estamos falando das pessoas que conseguem, de fato, tirarem a própria vida, porque pelo menos o triplo já tentou e/ou pensam em realizarem o ato. E é bizarro pensar que nós não damos a devida atenção ao assunto. Se uma pessoa da nossa roda de amigos ou que a gente conhece de nome, que seja, se suicida, a gente se sensibiliza com a dor da família e com a possível tristeza e sofrimento que esta pessoa poderia estar sentindo para tomar uma atitude tão drástica. E passa. Vida que se segue, não é mesmo? CLARO QUE NÃO!

Precisamos discutir abertamente sobre o tema, até porque quanto mais a gente deixar o tema de lado, mais ele ficará distante das discussões sociais. E se ele não é falado, não é lembrado, não é mesmo? Até outra pessoa conhecida tirar a própria vida novamente e a gente entrar no mesmo ciclo. Então, agora que você já sabe sobre o que se trata: CONSCIENTIZE-SE ~VOCÊ E OS OUTROS QUE ESTÃO AO SEU REDOR!

E, para colaborar, qualquer pessoa ~leia-se EU E VOCÊ~ devem iluminar ou identificar a fachada de casa/prédio com uma faixa amarela e/ou promover passeios de motos com balões, fitas ou tecidos amarelos e/ou caminhadas com camisetas amarelas, a princípio. Mas fica livre e a critério que quem sensibilizar com a causa para promover outras ações que impactem a população. E não pára por aí: todos que participarem do movimento deverá ~caso queira, porque não é uma obrigação, claro~ enviar a sua foto para a fanpage do CVV. Algumas dessas fotos serão enviadas ao IASP – Associação Internacional pela Prevenção do Suicídio – que irá reunir as principais ações no mundo todo.

ENTÃO BORA VESTIR A CAMISA? BORA!

Foto: Olhar Direto

Beijinhos AMARELOS de luz :*

Próxima postagem
Postagem anterior

Comentários

Share

Observações

  1. Que legal isso Taís, bela iniciativa a sua de falar abertamente sobre esse tema tão sério e que cada vez mais tem tomado conta da vida dos adolescentes. Adorei!

    florescermenina.blogspot.com

    • Ai, Erika, não tem jeito! Por mais delicado que seja o assunto, ele precisa se tornar visível, ganhar relevância para, quem sabe, ser tratado antes da tragédia efetiva /: mas é bom saber quem as pessoas estão se identificando! Vamos torcer e fazer a nossa parte :*

  2. Thais Brandão Diz: setembro 1, 2015 at 9:14 pm

    Muito triste essa realidade. E de pensar que já tentei cometer esse ato, que na verdade só iria piorar a situação.. Nenhum problema irá durar a vida toda, uma hora ele passa, por mais que seja dificil e ‘impossível’, mas irá passar.. Pessoas que pensam em suicidio precisam de MUITO amor, atenção e oração e tirar a ideia de que se matar irá resolver o problema. All need love.

    • Sim, amiga <3 tem uma frase que eu carrego comigo que é de autoria do Chico Xavier que diz assim “ISSO TAMBÉM PASSA!” Justamente para isto! Nenhuma alegria dura para sempre ~infelizmente~ da mesma maneira que nenhuma dor dura para sempre! Nessa vida, é tudo passageiro e nós temos mais é que aproveitar (: aproveitar para distribuir amor o/ Beijão!

Os comentários estão fechados.